2ª CYPHER SP HIP HOP ALL STARS "O SHOW TEM QUE CONTINUAR"

1ª CYPHER SP HIP HOP ALL STARS "O HIP HOP SEMPRE ESTARÁ DE PÉ"

SP HIP HOP ALL STARS AO VIVO NO PALCO SÃO BENTO - VIRADA CULTURAL 2017

DEBONAIRE - EXECUTE SELF EXTRACTION - 2010

Uma grande colaboração recebo aqui de um frequentador de codinome SUSU. Sempre passa o melhor do electro-funk e desta vez pegou pesado com esse discaço!...Este vai pro DJ Thunder Dome...e pra toda galera do Rio que me visita aqui..vcs vão gostar...garanto! Muito vocoder, bass total e ainda uma faixa em cima do Jive 122 BPM...pedrada!!!!

FRESH CELESTE - SOLO AND TELLING THE TRUTH - 1989

Fresh Celeste era membro do M-4Sers, que obteve sucesso relativo com o "Get It Boy", principalmente entre os dj´s do RJ. Aqui em SP, seu trabalho teve reconhecimento com a música "Dangerous Loverboy", que era uma lenta muito executada pelas equipes Kaskata´s, Blak Mad e Circuit Power. Quando vi este disco pela primeira vez eu ri muito, pq esse nome Celeste é muito nada a ver e, ainda, com o Fresh, ficou muito comédia. Mas, o hip-hop tem essas facetas, a gente torna o normal algo acima do normal, apenas adicionando um termo ou mudando o nome, como é o caso dela. Essa vai para um grande frequentador do blog e que sempre deixa mensagens positivas pra mim - DJ Flavio Batata.

GANKSTA C - STEPCHILD - 1995

A cena de do hip-hop do lado de Dallas não foi a mesma após o surgimento do Nemesis, projeto que trazia DJ Snake, Aazim e Ron C. Ron C lançou umas pedradas em seus álbuns solo e no seu embalo seu irmão, Ganksta C, veio e trouxe mais força ainda para a cena local. É claro que estes caras não são tão representativos dentro da história do hip-hop, é claro que este disco não é clássico, mas não podemos negar que faziam um som def bass pesadissimo e, por isso, apresento aqui este único disco do Ganksta C que conta com a participação de Ron C.

R.I.P. - GURU - 19.04.2010

Faleceu dia 19 de abril (segunda-feira), nos Estados Unidos, o rapper e produtor Guru. O MC, de 43 anos, sofreu, no passado dia 02 de março, uma parada cardíaca que lhe causou prolongado coma. Conjugada com o estado metastásico de um câncer o qual padecia, pouco mais de um mês depois, Guru não resistiu. Seu parceiro e DJ, Solar, em declaração afirmou: "O mundo perde um dos maiores MCs e ícones do Hip-Hop de todos os tempos. Guru sofreu de uma doença nefasta por mais de um ano, e depois de numerosos tratamentos sob supervisão médica terem falhado, o lendário MC perdeu a batalha. Guru sempre tentou manter o seu diagnóstico privado. Agora o mundo perdeu um grande homem e um verdadeiro gênio. Aos fãs que o alcançaram com amor e suporte, não posso dizer o quanto isso significou para mim e para Guru. Eu espero agora que Guru esteja num lugar melhor. Guru é um grande herói negro americano e deverá ser sempre lembrado, pois mudou o mundo para melhor. Eu saúdo meu irmão Guru! Sentiremos tremendas saudades!" Além do trabalho memorável com o grupo Gang Starr, lançando um total de seis álbums e duas compilações, Guru desenvolveu o projeto sonoro Jazzmatazz, de grande qualidade, envolvendo artistas do Jazz e outros artistas do Hip-Hop. Foram quatro os discos lançados. Segundo o site Sohh.com, ele deixou uma carta aos amigos e fãs. Abaixo a transcrição e tradução: "Eu, Guru, estou escrevendo essa carta aos meus fãs e amigos ao redor do mundo. Eu tive uma longa batalha com o câncer e sucumbi a doença. Eu sofri com essa doença por quase um ano. Já esgotamos todas as possibilidades médicas. Meu leal melhor amigo, parceiro e irmão, Solar, vem estado do meu lado o tempo todo, me mantendo com o que me resta de forças. Ele esteve do meu lado em muitos hospitais, nas operações, visitas médicas e em casa cuidou de mim, quando eu já não podia mais cuidar de mim mesmo. Solar e sua família são a minha família e eu os amo profundamente e eu espero que minha família, fãs e amigos respeitem isso, não obstante quaisquer outro sentimento. O meu desejo é o que conta. Que seja dito, eu sobrevivi pelo amor da minha vida, meu filho, KC, que eu acredito, terá sua vida acompanhada de perto por Solar e sua família. Quaisquer prêmio ou tributo deverá ser aceito, organizado e aprovado em nome do meu filho por Solar, até que ele tenha idade pra decidir a respeito. Eu não desejo que meu ex-DJ (DJ Premier) faça nada vinculado ao meu nome, como eventos, tributos e etc, incluindo a utilização de meu nome em qualquer circunstância, por qualquer motivo e dei instruções aos meus advogados para fazer valer isso. Eu não tive nada a ver com ele, em vida, durante 7 anos e não quero nada em morte. Solar tem minha história de vida e está informado sobre a minha situação familiar, bem como a real razão de minha separação de meu ex-DJ. Como base fundadora do grupo Gang Starr, me sinto muito orgulhoso pelo que o Gang Starr representa ao mundo da música e fãs. Eu igualmente tenho muito orgulho da minha série Jazzmatazz e em ser como um pai para a fusão Hip-Hop/Jazz. E eu tenho mais orgulho ainda de minha liderança e esforços pioneiros no Jazzmatazz 4, por revigorar o gênero Hip-Hop/Jazz, num tempo em que a qualidade musical no mundo estava muito baixa. Solar e eu fizemos tours em lugares que eu nunca estive, antes do Gang Starr e Jazzmatazz e ganhamos reputação ao sermos considerados os melhores do planeta no gênero Hip-Hop/Jazz, assim como termos feito o maior e mais influente disco de Hip-Hop/Jazz a uma década e até agora. O trabalho que desenvolvi com Solar representa um legado para muito além deste tempo. E nós não tivemos medo de empurrar a história. Pra mim é isso que os verdadeiros artistas fazem! Como homens de honra, estivemos em meio a mentalidade pequena, a ganância e a ignorância. Nós lutamos pela integridade da música à qualquer custo, sem ganhar milhões e, por isso, estaremos sempre orgulhosos e felizes e gostaríamos de agradecer aos milhares de fãs que assistiram nossas perfomances no decorrer dos anos por todo o mundo. Meu trabalho com Solar representa um legado para muito além desse tempo e é o meu mais criativo e experimental trabalho até essa data. Eu espero que nossa música receba a atenção que merece, pois é um dos melhores trabalhos que eu fiz e representa alguns dos melhores anos de minha vida." Se os anos 90 foram considerados a "Era de Ouro" da música Rap, muito se deve a esse MC. De timbre de voz inconfundível e excelentes flow e rima, Guru é, sem dúvidas, um dos maiores MCs da história do Hip-Hop. - Minha homenagem ao grande e talentoso MC com o Jazzmatazz The Mixtape (clique no titulo e ouça essa pedra)

R.I.P - MALCOLM MCLAREN - DUCK ROCK - 1983

Homenagem à um dos poucos produtores que na época apostaram no som dos dj´s que batalhavam para que a cultura hip-hop tivesse o devido reconhecimento. McLaren faleceu no dia 8 de abril de 2010, em Londres, vítima de cancer. Ele foi empresário do Sex Pistols em meados da década de 70 e foi o responsável por tornar o punk um fenomeno mundial. Afrika Bambaataa foi muito influenciado pelo Sex Pistols. O hip-hop original perde um de seus incentivadores.

BOOGIE DOWN PRODUCTIONS - CRIMINAL MINDED INSTRUMENTALS - 1987

Álbum instrumental...